21/06/2017

A divulgação internacional dos projetos brasileiros de infraestrutura, o compartilhamento de boas práticas globais na contratação e no desenvolvimento de projetos e a troca de experiências na área são os objetivos de parceria que está sendo firmada entre a Rede Intergovernamental para o Desenvolvimento das PPPs (RedePPP), organização brasileira sob a coordenação da Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-Ba), e a Global Infrastructure Hub, uma iniciativa do G20, grupo formado pelos ministros de finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia.

Entre as oportunidades de investimento no Brasil na área de PPP que devem ser divulgadas para investidores por meio da plataforma desenvolvida pelo Global Infrastructure Hub (https://pipeline.gihub.org), o assessor de Políticas de Infraestrutura da organização, Cleyton Barros, destacou, em visita à Sefaz-Ba, dois projetos baianos: o VLT do subúrbio, com edital já lançado, e a Ponte Salvador-Itaparica, em fase de projeto. Ele observou que a unidade de PPP da Bahia, sediada na Sefaz-Ba, é referência no cenário brasileiro, tendo feito a modelagem de projetos emblemáticos como o do Hospital do Subúrbio. “Temos grande interesse em firmar esta parceria para trabalharmos em conjunto”, afirmou.

O coordenador da RedePPP e chefe da Secretaria Executiva de PPP do Estado da Bahia, Rogério Princhak, destaca que as parcerias público-privadas já respondem por investimentos de R$ 200 bilhões no Brasil em projetos nas áreas de infraestrutura, mobilidade urbana, saúde e educação, e que a celebração de parcerias para aprimoramento da gestão na área é um dos pilares da atuação da Rede, que possui acordo similar com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para divulgação de projetos de infraestrutura em plataforma web em português. Princhak citou o exemplo do MBA “PPP e Concessões”, pioneiro no Brasil na área, resultante da articulação entre a RedePPP, a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) e a LSE Enterprise, da London School of Economics and Political Science.

Para o secretário da Fazenda da Bahia, Manoel Vitório, a conexão com a Global Infrastructure Hub trará ganhos para as duas organizações. “A parceria representa a soma de duas grandes redes voltadas para o fomento de projetos de infraestrutura e tende a ser positiva tanto para a internacionalização dos projetos brasileiros quanto para o aprofundamento das análises da Global Infrastructure Hub”, ressaltou.

PORTAL

Sediada em Sydney, na Austrália, a Global Infrastructure Hub tem como meta ampliar o fluxo e a qualidade dos projetos de infraestrutura, facilitando o compartilhamento de conhecimentos e conectando os setores público e privado. Para disseminar as informações levantadas e conectar os seus parceiros, a entidade criou o portal InfraCompass (infracompass.gihub.org), concebido como um guia online onde estão reunidas análises do setor de infraestrutura em 49 países, incluindo o Brasil, o que representa cerca de 90% do PIB e pouco menos de 75% da população do planeta.

A Rede Intergovernamental para o Desenvolvimento das PPPs (RedePPP), por sua vez, reúne mais de 50 organizações brasileiras, entre estados, municípios, órgãos federais e agências de fomento.

Criada em 2014, a RedePPP busca promover a elaboração de políticas, diretrizes e normas relacionadas às parcerias público-privadas, bem como a colaboração mútua entre os estruturadores e gestores públicos de PPP no país

Fonte: Ascom/Sefaz