:: Compra Confirmada ::
1.Qual a configuração mínima para instalação do Programa de Transmissão Eletrônica de Dados da Nota Fiscal – Sistema Compra Confirmada – CCONF?
 
  • Para usuários web
    Browser I.E. 6.0 SP 1
    Mínima:
    Pentium III 166 Mhz
    64 Mb RAM
    Windows 98

    Recomendada:
    Pentium IV 1.6 Ghz
    256 Mb RAM
    Windows XP/2000
 
  • Para usuários módulo off-line
    Sistema operacional Windows a partir da versão 98;
    Conexão com a internet.
    Browser IE 5.0;
    Configuração mínima 256 cores;
 
2.Onde obter acesso ao Programa de Transmissão de Dados da Nota Fiscal –  Compra Confirmada?

 

Efetuar o download do pacote de instalação no site da Sefaz (www.sefaz.ba.gov.br), no canal Inspetoria Eletrônica > Downloads > Programa > Compra Confirmada.

 
3.O que é o sistema?
 

É um sistema de transmissão de dados da Nota Fiscal em meio eletrônico, disponibilizado pela SEFAZ/BA, que controla as operações com álcool transportado a granel e as operações com farinha de trigo ou mistura de farinha de trigo.

 
4.Quem tem a obrigatoriedade de utilizar o sistema?
 

No caso de álcool: o remetente, deste ou de outros estados, que efetuar venda de álcool para contribuintes inscritos no Estado da Bahia. Os remetentes da Bahia também devem transmitir através do sistema os dados da Nota Fiscal quando vender ou transferir o produto para este Estado ou para outra UF.

  No caso de farinha de trigo ou mistura de farinha de trigo: o remetente, localizado em outra UF não signatária do Protocolo ICMS *46/00, que vender o produto para a Bahia em embalagens com peso igual ou superior a 25 kg. O remetente situado no Estado da Bahia não está obrigado a transmitir os dados da Nota Fiscal. 
  * UFs signatárias: ES, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, AC, AM, RO     
 
5.Além das vendas de álcool pelas usinas e das vendas de farinha de trigo ou mistura de farinha de trigo, existem outras operações que estão obrigadas à transmissão eletrônica de dados da Nota Fiscal?
 

Sim. As operações de transferência e de vendas entre distribuidoras de combustíveis e as operações de transferências de farinha de trigo ou mistura de farinha de trigo de empresa localizada em outra UF não signatária do Protocolo ICMS 46/00.      

 
6. Qual o momento da transmissão eletrônica dos dados da NF?
 

Na saída da mercadoria do estabelecimento fornecedor.

 
7. O que acontece se o fornecedor transitar apenas com a sua nota fiscal original, sem transmitir eletronicamente os dados para a Sefaz?

 

Ele terá sua mercadoria apreendida no primeiro Posto Fiscal da Bahia e estará sujeito a autuação por não ter feito a transmissão eletrônica dos dados da nota fiscal original.

 
8. Existe alguma exceção para não se fazer a transmissão de dados da NF?
 

Sim. Somente no caso do álcool, nas seguintes situações:

 

Primeira: nas operações com AEHC que tenham como remetente distribuidora de combustíveis e como destinatário posto revendedor de combustível, desde que o ICMS da Substituição Tributária esteja devidamente destacado na nota fiscal.

 

Segunda: nas operações com álcool em que seja exigida a antecipação tributária que encerre a fase de tributação, desde que o documento de arrecadação acompanhe as mercadorias.

 
9. EQuem são os destinatários da transmissão eletrônica dos dados da NF?
 

No caso de álcool adquirido a granel: as distribuidoras de combustíveis e indústrias que utilizam o produto para fins diversos.

 

No caso de farinha de trigo ou mistura de farinha de trigo: todo e qualquer destinatário do produto. 

 
10. Existe alguma obrigação para os destinatários?
 

Sim. Os destinatários devem confirmar a compra do álcool, da farinha de trigo ou da mistura de farinha de trigo no sefaz.ba, canal Inspetoria Eletrônica / Compra Confirmada / Destinatário. Neste serviço estarão relacionados os dados da NF transmitidos eletronicamente.

 
11. O que deve ser observado quanto ao cumprimento dessa obrigação?
 

A urgência de confirmação do pedido, para evitar transtornos no trânsito da mercadoria.

 
12. OQualquer contribuinte pode consultar os dados da NF emitidos eletronicamente?
 

Não. Somente o remetente ou destinatário constantes na NF.

 
13. Quais os outros serviços disponíveis para o destinatário?
 

O destinatário poderá consultar os dados da NF transmitidos eletronicamente e fazer a confirmação ou recusa da compra no mesmo endereço eletrônico da questão 10.

 
14. Como o remetente saberá que o destinatário confirmou ou rejeitou os dados da NF transmitidos eletronicamente?
 

O remetente poderá consultar a situação dos dados da NF emitida por ele no canal Inspetoria Eletrônica/compraconfirmada/remetente.

 
15. O que acontece se a mercadoria circular sem a confirmação dos dados da NF transmitidos eletronicamente?
 

A mercadoria será apreendida no primeiro Posto Fiscal da Bahia até a confirmação da operação por parte do destinatário.

 
16. Como é feita a transmissão dos dados da NF?
 

O remetente, após cadastrar ou importar a nota para o Sistema Compra Confirmada, marca a Nota Fiscal e clica no ícone “transmitir”. Para tanto, o contribuinte deverá estar conectado à Internet e possuir senha de acesso concedida pela Sefaz.

 
17. O remetente pode cancelar os dados da NF transmitidos eletronicamente?
  Sim. Desde que os dados da NF não tenham sido confirmados ou recusados pelo destinatário.
 

18. Qual a função do comprovante de transmissão dos dados NF?

  Acompanhar o trânsito da mercadoria juntamente com a Nota Fiscal modelo 1
 
19. O remetente deve ter inscrição no Estado da Bahia?
 

Não. Mas no entanto é necessário que o remetente solicite uma senha no site da Sefaz, no momento em que ele fará o seu cadastramento no sistema.

 
20. O que acontece no momento da transmissão?
 

O Sistema faz uma validação cadastral do remetente e do destinatário. Caso algum deles esteja na condição diferente de ATIVO, a transmissão não será efetivada.

 
21. Os dados do transportador são obrigatórios?
 

Sim, inclusive os dados do veículo.

 
22. O destinatário pode confirmar os dados da NF e posteriormente, quando chegar no seu estabelecimento, recusar a mercadoria?
 

Sim. O destinatário pode recusar a mercadoria mesmo depois da confirmação dos dados. Ele deve entretanto justificar a o motivo da recusa. O sistema possibilita a digitação desta justificativa.

 

23. Qual a base legal de exigência da transmissão dos dados da NF?

 

Art. 228-A e 228-C do RICMS/BA

24. Qual a penalidade aplicável à falta de transmissão dos dados da NF?
  Multa de R$ 460,00, prevista no art. 915, XXIII, do RICMS/BA